Acidentes oculares com crianças são mais frequentes durante as férias

Postado em: 19/01/2016 ás 4:24 PM / Categorias: Notícias / Nenhum Comentário /

Especialista recomenda alguns cuidados que devem ser adotados para evitar acidentes

Com mais tempo para brincadeiras, em casa ou com os amigos, é durante as férias escolares que as crianças ficam mais livres e, em algumas situações, mais expostas a perigos que podem comprometer a saúde ocular. Neste período, muitos acidentes oculares acontecem e o alerta é para a prevenção. O oftalmopediatra David Kirsch chama a atenção para os cuidados que devem ser adotados nos ambientes frequentados pelos pequenos.

As lesões causadas por acidentes oculares podem ocasionar desde irritações, pequenas perdas na visão até a cegueira total. Segundo dados da Academia Americana de Oftalmologia, 41% das ocorrências oculares em crianças acontecem na idade entre 10 e 14 anos, como resultado de brincadeiras com materiais ou brinquedos que, por vezes, são considerados inofensivos.

“Algumas práticas esportivas, brinquedos pontiagudos, tesouras e lápis podem ocasionar lesões oculares por acidente. Por isso, é importante que os pais ou responsáveis supervisionem a brincadeira das crianças e evitem objetos cortantes ou que furam”, alerta o especialista David Kirsch

David Kirsch

O especialista do HOFV David Kirsch recomenda alguns cuidados que devem ser adotados para evitar acidentes.

Produtos de limpeza, instalações inadequadas para aparelhos pesados, plantas espinhosas ou que soltam líquido leitoso e o convívio com os animais, também inspiram cuidados no ambiente doméstico. “Há muitos riscos dentro de casa e os pais devem estar atentos para evitar que os acidentes ocorram por pequenos descuidos e causem danos irreversíveis”, diz o oftalmologista.

Outro cuidado importante é o uso de óculos de sol com filtro solar nos passeios e brincadeiras ao ar livre. “Proteger os olhos das crianças, desde os primeiros anos, é fundamental para garantir a saúde ocular ao longo da vida”, completa David Kirsch.

 

Comments are closed.