Cirurgia de catarata influencia na qualidade de vida

Postado em: 05/03/2018 ás 10:53 AM / Categorias: Notícias / Nenhum Comentário /

Pesquisa aponta que o procedimento cirúrgico reduz em até 60% o risco de morte

A cirurgia de catarata pode aumentar a longevidade e a qualidade de vida. É o que comprovou uma pesquisa publicada pela revista científica JAMA Ophthalmology desenvolvida durante 20 anos e realizada com 74.044 mulheres de pelo menos 65 anos.

Comparando as participantes que fizeram a cirurgia com as que não foram submetidas ao procedimento, constatou-se um risco 60% menor de morte entre as 41.735 que fizeram a operação.

A catarata é a doença ocular que mais cresce no Brasil por conta do envelhecimento da população e se caracteriza por atingir o cristalino, que é a lente natural dos olhos. Com isso, o olho perde sua transparência e começa a ficar opaco.

Segundo o oftalmologista Dr. George Furtado, ela pode causar perda parcial ou total da visão. “A doença pode deixar a visão turva ou embaçada, diminuir a visão noturna e causar fotofobia. A condição atinge o paciente lentamente e pode passar despercebida até se ter um sintoma mais grave”, explica o médico.

Os exames pré-operatórios são importantes para avaliar a melhor técnica e lente intraocular a ser utilizada na cirurgia.

O especialista conta que existem alguns sintomas que devem ser observados como: visão embaçada ou fora de foco, dificuldade de dirigir a noite por causa dos faróis e visão dupla em um dos olhos. “Ao apresentar algum desses sintomas é importante que a pessoa procure um oftalmologista. Existe alguns fatores de riscos como a idade, diabetes, obesidade, tabagismo, hipertensão e o uso de alguns corticoides”, ressalta.

Prolongamento da vida

A doença é curável e tratada por meio de cirurgia, que garantirá uma maior qualidade de vida ao paciente.

No estudo, as mulheres que realizaram a cirurgia de catarata viveram mais tempo. Quem foi operado teve os riscos reduzidos de morte por motivos cardiovasculares, pulmonares, neurológicos, além de doenças infecciosas, câncer e acidentes.

Além de prevenir doenças, o médico conta que uma boa visão também pode prevenir acidentes. “A cirurgia melhora o contraste da visão, por isso reduz os riscos de mortes acidentais causadas por quedas ou batidas de carro”, complementa.

Tecnologia no procedimento

As cirurgias de catarata possuem métodos cada vez mais tecnológicos e seguras. Os pacientes não precisam ficar em observação no hospital, o que acontecia anteriormente. “Agora o procedimento é efetuado com anestésico local e as incisões são muito menores, muitas vezes sem precisar de pontos. Um olho é operado por vez. Depois de um hora e meia de observação, o paciente poderá voltar para casa. Mas é importante evitar por algumas semanas dirigir e atividades físicas”, afirma o médico.

Além de reverter a catarata, a cirurgia pode também corrigir a acuidade visual com a substituição do cristalino opacificado por lentes intraoculares de alta tecnologia capazes de solucionar problemas refrativos, como a presbiopia, miopia, hipermetropia e astigmatismo.

Comments are closed.