Conjuntivite – Atenção redobrada após o período de férias

Postado em: 25/07/2019 ás 2:36 PM / Categorias: Notícias / Nenhum Comentário /

Para quem buscou relaxar e se divertir, o mês de julho trouxe os dias de sol, areia, mar ou piscina. Após o período das férias os cuidados com os olhos precisam ser redobrados por conta da conjuntivite, inflamação mais recorrente pelo contágio facilitado devido contato das águas de piscina ou mar.

Bastante comum nesta época do ano, a doença é uma inflamação na conjuntiva, membrana transparente e fina que reveste a parte da frente do globo ocular e o interior das pálpebras. Suas causas podem ser por infecção bacteriana ou viral, podendo ser resultado de uma reação alérgica ou irritação.

Quando de origem infecciosa, ou seja, causada por algum germe, o problema raramente é grave, mas pode se complicar. Nesses casos, os cuidados estão na prevenção e atenção à higiene com as mãos e vestuário.

A orientação vem do oftalmologista do Hospital de Olhos Francisco Vilar, Dr. Vitor Prado, que ressalta as precauções a fim de evitar o contágio: “Cuidados básicos de higiene, como lavar bem as mãos, não compartilhar toalhas e evitar tocar os olhos são importantes aliados na prevenção da conjuntivite. Ainda mais em praias e piscinas, locais em que o contágio é bastante facilitado”, ressalta.

Na euforia e despreocupação, é possível que os sintomas da inflamação passem despercebidos e sejam ignorados. Entretanto, Dr. Vitor Prado elenca alguns sinais da doença:

– Olhos vermelhos e lacrimejantes;

– Ardência e coceira;

– Sensação de areia ou ciscos nos olhos;

– Maior sensibilidade à luz (podendo sentir dores);

– Pálpebras inchadas e que podem amanhecer grudadas;

– Secreção esbranquiçada ou amarelada.

Por isso, na presença dos sintomas é muito importante a consulta com o Oftalmologista, evitando o agravamento da doença. “Ao apresentar esses sintomas, não se automedique, pois isso pode agravar o problema, e procure um especialista para indicar o melhor tratamento”, finaliza Dr. Vitor.

Comments are closed.