Cirurgia refrativa pode eliminar o uso de óculos e lentes de contato

Postado em: 30/01/2020 ás 7:45 AM / Categorias: Notícias / Nenhum Comentário /

Opção de correção é indicada para quem possui miopia, hipermetropia, astigmatismo e a presbiopia

A cirurgia refrativa é um dos procedimentos mais conhecidos quando se trata de cirurgia ocular. Com a evolução da tecnologia e o advento da cirurgia refrativa a laser, os procedimentos se tornaram muito precisos e a possibilidade de se tornar independente do uso de óculos ou lentes de contato tornou a cirurgia bastante popular nas últimas duas décadas.

O oftalmologista César Vilar, informa quais são os principais tipos de cirurgia refrativa e qual sua forma de procedimento.

“O laser faz um remodelamento da córnea, tecido transparente que fica na frente do olho que funciona como uma lente biológica, alterando o grau do olho a partir dessa estrutura. Hoje em dia, há dois tipos principais de cirurgia refrativa a laser: o LASIK e o PRK. No LASIK, é realizado um fino corte na superfície da córnea (conhecido como “flap”) para, em seguida, aplicar o laser diretamente na sua camada interna. No PRK, o laser é aplicado diretamente na superfície da córnea, sem a necessidade de corte. As duas cirurgias são equivalentes na qualidade visual e habilidade de corrigir o grau, mas possuem particularidades que devem ser consideradas caso a caso. Há ainda um terceiro tipo de cirurgia refrativa, chamado SMILE, que usa uma tecnologia diferente.”

No Hospital de Olhos Francisco Vilar, a cirurgia é realizada com aparelhos da mais última geração. O Wavelight EX500 é um Excimer Laser bastante moderno. Sua plataforma permite a realização da cirurgia refrativa otimizada e personalizada, permitindo resultados mais precisos e seguros.

O principal benefício da cirurgia é a possibilidade de ficar livre do uso de óculos ou lentes de contato. “É um procedimento rápido, indolor, de alta precisão e que permite que o paciente retorne para a casa logo após o seu tratamento. Em alguns casos, é possível voltar ao trabalho já no dia seguinte”, explica o Oftalmologista.

Dr. César destaca que os pacientes candidatos para cirurgia refrativa são os que utilizam óculos ou lentes de contato devido a miopia, hipermetropia, astigmatismo ou presbiopia e que preencham alguns critérios. “É preciso ter estabilidade refracional do grau por pelo menos um ano; ter pelo menos 21 anos de idade; a curvatura e espessura corneana dentro dos limites de segurança; a ausência de doenças corneanas, principalmente ectasias (Ceratocone) e outras patologias oculares importantes como glaucoma avançado, ambliopia, e catarata”, elenca o especialista.

Os interessados no procedimento devem consultar um especialista. “Uma avaliação meticulosa deve ser realizada por especialista em cirurgia refrativa, que irá prescrever o grau a ser tratado, além de avaliar a pressão intraocular e a estrutura da córnea”, finaliza Dr. César Vilar.

Comments are closed.

Open chat
Powered by