Hospital Francisco Vilar oferece consultas por teleatendimento

Postado em: 06/04/2020 ás 10:01 AM / Categorias: Notícias / Nenhum Comentário /

Com as orientações do Ministério da Saúde para que todos fiquem o maior tempo possível em casa, para conter a transmissão do coronavírus, hospitais estão optando pela telemedicina. O Hospital do Olhos Francisco Vilar (HOFV) é um deles e neste período de quarentena, conta com o novo serviço de teleatendimento.

Para evitar aglomerações e pensando no conforto e segurança dos pacientes, o HOFV passa a atender via telefone celular. O teleatendimento é feito pela equipe de oftalmologistas do hospital, nas mais diversas especialidades com agendamento prévio e com os médicos em atendimento no dia. Como a capacidade está reduzida, estão sendo realizadas consultas somente de urgências e emergências. Os exemplos de casos que podem ser avaliados são: orientações sobre medicações de uso contínuo; informações sobre resultados de exames complementares; esclarecimento sobre as queixas mais comuns e se há necessidade de consulta de urgência presencial, dentre outros.

Esse tipo de consulta é feito diretamente entre médico e paciente, como explica o Diretor Técnico Médico do hospital, César Vilar. “Seguimos as orientações do Ministério da Saúde, e todas as consultas são registradas em prontuário clínico com indicação de data, hora, tecnologia usada e o número do Conselho Regional Profissional do médico e sua unidade da federação”, ressalta.

Ele acrescenta que nesse processo, os profissionais podem emitir atestados ou receitas médicas, desde que assinados eletronicamente e acompanhados de informações sobre o profissional. Porém, nessa consulta não é possível realizar acuidade visual (prescrição de óculos).

Além disso, devido a restrições contratuais, alguns convênios de saúde cobrem apenas consultas presenciais. Portanto é necessário o contato para prévio para informações sobre convênios disponíveis para o teleatendimento. O agendamento é feito pelo telefone e whatsapp: (86) 2107-9900.

A telemedicina conta com a regulamentação de 2002 do Conselho Federal de Medicina e contribui significativamente na prevenção da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. “É uma importante ferramenta para garantir o atendimento médico eficiente e de qualidade no local onde o paciente estiver, principalmente no momento atual”, pontua César Vilar.

Comments are closed.

Open chat
Powered by